O armazenamento de dados em nuvem atingiu grande proporção no cenário da tecnologia da informação, atualmente.

Nesse contexto, quando o assunto é saúde, não seria diferente: a Cloud Computing é uma ferramenta que permite o compartilhamento de dados hospitalares tanto entre profissionais quanto entre pacientes e médicos.

E as previsões para o emprego dessa tecnologia na área da saúde são as melhores. Segundo o Marketsandmarkets — um instituto de pesquisa — estima-se que em até 2017 essa ferramenta movimente até 5,4 bilhões de dólares em todo o mundo, apenas nesse setor.

Essa cifra tão significativa comprova o impulso de vários gestores de instituições hospitalares em modernizar os processos produtivos, procurando torná-los cada vez mais eficazes.

Você também é um gestor que se encaixa nesse perfil, com o objetivo de sempre trazer para seu hospital tecnologia de ponta? Deseja que sua instituição se torne uma referência nessa área?

Então é necessário que você saiba mais sobre o Cloud Computing e todas as vantagens que essa ferramenta pode trazer. Confira a seguir.

Redução de custos de infraestrutura

Com a utilização do Cloud Computing, torna-se desnecessário o emprego de um grande número de equipamentos para atualizar e armazenar dados. Afinal, essa ferramenta é capaz de armazenar um número muito maior de dados.

Além disso, os sistemas são escalonáveis, ou seja, os empregados designados a implantar o Cloud Computing em determinada empresa não precisam realizar cálculos para os próximos cinco anos — ou até mais.

Tendo em vista que, mesmo que a empresa apresente crescimento, com o emprego da nuvem, a capacidade de armazenamento é flexível, podendo ser aumentada ou reduzida de acordo com a necessidade.

Assim, a empresa só paga pela quantidade de dados armazenada em determinado tempo, o que evita o desperdício de recursos já que uma das premissas dessa ferramenta é que a instituição só pague pela quantidade de dados que armazenar.

Facilidade e segurança no acesso aos dados

Os dados podem ser facilmente lançados na nuvem, desde que se tenha internet disponível. Dessa forma, o acesso aos dados também é facilitado pois, independente do local que se esteja, via web, é possível acessar o sistema e ter em mãos qualquer dado que se queira.

Isso sem contar que pode ser acessado a partir de vários dispositivos: notebooks, smartphones e tablets.

Outra vantagem é que com a facilidade de atualização do sistema na nuvem, é garantido a segurança e preservação dos dados – que são fatores de grande preocupação por parte do gestor hospitalar. Afinal, se trata de dados sigilosos de pacientes.

Assim, com as atualizações feitas com frequência, as falhas de segurança podem ser rapidamente identificadas e corrigidas. Além disso, o sistema é atualizado no mesmo instante para os usuários.

Otimização de processos

As operadoras de saúde foram pioneiras no emprego do Cloud Computing justamente pelo benefício na otimização nos processos.

Assim, por meio da nuvem, a comunicação desse tipo de instituição com clínicas, principalmente, facilitou o processo de distribuição do resultado de exames. O que o tornou muito mais funcional e dinâmico.

A partir desse exemplo, imagine, então, como seria vantajoso consolidar todos os sistemas de informação internos de seu hospital em um único local — a nuvem? Sem dúvida o fluxo de dados dentro da instituição teria muito mais fluidez e agilidade não é mesmo?

Sendo assim, um sistema de informação na nuvem capaz de conter todas as informações que circulam dentro do hospital, sejam elas prontuários de atendimento, exames realizados, prescrições médicas, estoque da farmácia é estrategicamente importante, do ponto de vista da instituição.

Com isso, é possível construir uma base de dados muito rica que pode ser usada para emitir relatórios com tudo que é produzido dentro do hospital. A partir disso, pode-se traçar um perfil epidemiológico dos atendimentos e otimizar os processos internos.

Dessa forma, o cruzamento de dados como quantidade de atendimentos, doenças mais diagnosticadas, exames solicitados e medicamentos mais consumidos em determinada época do ano, por exemplo.

Como consequência, facilita a gestão hospitalar, pois é uma maneira eficaz de se conhecer a fundo a instituição a qual se administra.

Permite melhor assistência prestada ao paciente

A vantagem da nuvem em compartilhar informações quase instantaneamente e de maneira transparente é vantajoso não só pra quem trata o paciente, como também ele próprio.

Por exemplo, considere um adulto com diabetes que viaja desacompanhado e, porventura, tenha uma crise de hipoglicemia.

Se rapidamente identificado e se faz acompanhamento em algum centro de saúde que disponibilize seus dados em nuvem, é possível que o médico de emergência tenha acesso rápido a seu prontuário e estabeleça o melhor tratamento o mais rápido possível.

Fortalecimento do setor de TI

Esse é um dos setores mais estratégicos dentro do hospital, quando o assunto é assegurar uma boa comunicação interna entre as demais áreas, bem como da própria instituição com outros estabelecimentos.

Afinal, esse é o responsável por integralizar todos os processos de informação circulantes.

Nesse contexto, a adoção do cloud computing só é possível se o hospital conta com uma consultoria em TI eficaz, que seja gerenciada por profissionais que realmente tenham conhecimento do assunto.

Além disso, instituições que prestam serviço de ponta são reconhecidas justamente pela eficácia nos processos que só é possível alcançar com o uso de tecnologia de última geração.

E qual é o hospital que não deseja se tornar referência no emprego da tecnologia, não é mesmo?

Com todas essas vantagens é fácil perceber o quanto o Cloud Computing é importante para a gestão eficaz das instituições de saúde.

Seja por otimizar e integrar todos os processos internos ou até mesmo trazer economia e equilíbrio para as contas do hospital — proporcionada pela gestão mais eficaz que a nuvem oferece — essa ferramenta tecnológica é uma promessa do futuro que se torna cada vez mais presente.

Prova disso é que assistimos, atualmente, ao aprimoramento dos sistemas de informação, o que torna inevitável a migração para a nuvem, em que o armazenamento de dados é muito maior e com segurança.

Nosso conteúdo “A importância do Cloud Computing para hospitais” foi interessante para você? Então compartilhe já em suas redes sociais! E se tem interesse em ferramentas tecnológicas de sucesso, entre em contato e fale conosco.