Os hospitais estão cada vez mais digitais e automatizados, e gerir toda essa estrutura de informação não é tarefa fácil. É preciso que os serviços de TI estejam funcionando perfeitamente para que a instituição se desenvolva de forma plena, alcançando a excelência nos atendimentos e agilidade nos procedimentos.

Para garantir que isso aconteça, é preciso investir em um bom monitoramento dos serviços de TI. Quer entender mais sobre isso? Acompanhe o que preparamos para você:

O papel da TI nos hospitais

A TI há muito deixou de ser apenas parte da administração do hospital. Hoje, ela está presente diretamente nos atendimentos e tratamentos do paciente. 

Um bom hospital deve ter todos seus sistemas e equipamentos funcionando de forma integrada, garantindo agilidade e consistência das informações. Além disso, é preciso estar conectado a sistemas externos de planos de saúde ou do governo. Para fazer com que tudo isso funcione, existe a tecnologia da informação, que atua trazendo uma série de contribuições para o desenvolvimento do trabalho hospitalar. Algumas delas são:

Eficiência operacional

A TI, por meio de suas ferramentas, automatiza processos para que o hospital possa alcançar a excelência. A complexidade dos procedimentos dentro da instituição exige que todos os departamentos e profissionais estejam envolvidos na implantação da automatização.

Automação de suprimentos, digitalização de documentos e prontuários e dispensadores automáticos fazem com que o hospital opere de forma mais rápida e eficiente.

Suporte à gestão estratégia

As soluções e ferramentas de TI têm capacidade de fornecer suporte à gestão estratégica das instituições, ajudando a atingir os objetivos e possibilitando o aumento de resultados e a prestação de serviços de melhor qualidade.

Para que os dados sejam processados e analisados devidamente, é preciso que as ferramentas de gestão andem junto à TI, pois as tecnologias e as fontes de dados são essenciais para que as ferramentas funcionem corretamente e forneçam dados íntegros e confiáveis.

Alinhando esses dois departamentos, é possível avaliar a eficiência de uma determinada conduta clínica, por exemplo. Além disso, existem ferramentas que podem ser usadas no planejamento estratégico, no orçamento, no desempenho da equipe e em relatórios de diagnósticos.

Incentivar a inovação

O departamento de TI não é só desenvolvedor de sistemas e aplicativos para solucionar problemas ou agilizar os processos dentro da instituição. É papel dessa equipe adaptar tecnologias já existentes, bem como estimular o uso das tecnologias para que elevem a qualidade, a produtividade e a eficiência dos serviços oferecidos.

Engajar os pacientes na gestão da sua saúde

A tecnologia já faz parte do dia a dia da maioria das pessoas, seja no trabalho ou no lazer. Alguns hospitais já começaram a aproveitar esse espaço para fornecer uma assistência cada vez melhor aos seus pacientes. Por meio de portais, eles podem monitorar e acompanhar sua saúde, retirar resultados de exames e manter seus históricos de saúdes, gestão de doenças crônicas e monitoramento do tratamento.

Monitoramento dos serviços de TI

Um hospital funciona com diferentes plataformas, sistemas e equipamentos que devem estar integrados, para que haja agilidade, segurança e também consistência das informações.

Para garantir que tudo funcione bem dentro do hospital, deve-se escolher um modelo de gerenciamento para todas as atividades de TI, o que chamamos de monitoramento de TI. O monitoramento é essencial para que as estratégias e processos do hospital estejam alinhados aos objetivos. Quer saber quais os benefícios do monitoramento de TI? Acompanhe:

Garantir a continuidade da operação hospitalar

Os serviços nos hospitais não podem ser interrompidos, sendo assim, a infraestrutura de TI deve ser mantida 24 horas por dia e 7 dias na semana.

O sistema do hospital contém todas as informações as respeito do paciente, como medicação, avaliação e internação. Se o monitoramento de TI é ineficiente e o sistema fica fora do ar ou lento, o trabalho do hospital acaba sendo prejudicado e tem-se custos desnecessários.

Para manter toda a estrutura do hospital funcionando sem maiores intercorrências, é preciso ter um monitoramento dos serviços de TI automatizado, para que o responsável seja imediatamente avisado quando um serviço está apresentando problemas.

Aumentar a produtividade

É importante manter os serviços rápidos e eficientes por meio do monitoramento de TI, pois um acesso lento faz com que seus colaboradores percam muito tempo em tarefas que poderiam ser realizadas de forma mais ágil. Além disso, essas falhas nos sistemas fazem com que diminua a concentração e aumente a irritação dos usuários, que acabam culpando a TI pela diminuição da produtividade.

Resolução de problemas de forma rápida

Com o monitoramento de TI, é possível identificar as falhas e problemas dos sistemas assim que eles surgem, fazendo com que sejam resolvidos de forma mais rápida e antes de que haja maiores prejuízos ao andamento dos processos e procedimentos.

Acompanhamento do fluxo de informações

A automatização e informatização de processos traz uma enorme funcionalidade, fornecendo ferramentas de gestão e de relacionamento com o paciente que poderão se transformar em indicadores para medir o desempenho da instituição. Mas todo esse processo gera uma grande quantidade de dados.

Um fator que deve ser levado em consideração é que, com o monitoramento de TI, é possível prever e programar uma expansão gradual no armazenamento e processamento de dados, de forma sustentável e econômica.

Eficiência na disponibilidade de rede

É possível, por meio de dados estatísticos, identificar os pontos críticos e os investimentos que deverão ser feitos para solucionar os problemas. Dessa forma, os ajustes são feitos de forma rápida, fazendo com que os sistemas funcionem eficientemente, atingindo, assim, o objetivo de aperfeiçoar os procedimentos.

Qualidade das informações

Um hospital produz uma grande quantidade de informações, e elas precisam ser relevantes para que ajudem nas tomadas de decisões. Com o monitoramento de TI, é possível fazer isso de forma mais inteligente, com dados atualizados e também com a criação de modelos preditivos, fazendo com que seja possível solucionar antecipadamente as falhas e definir os melhores investimentos.

O monitoramento dos serviços de TI é uma decisão estratégica que deve ser implantada dentro dos hospitais. Com ele, pode-se garantir o aumento da produtividade, competitividade e o crescimento dos hospitais.

Você tem dúvidas, sugestões ou experiências em monitoramento de TI para compartilhar conosco? Deixe nos comentários!