Histórico de pacientes, dados financeiros, gestão de estoque, cruzamento de dados para marcação ágil de exames e consultas — a administração de um hospital requer organização extrema e um controle rígido de todos os setores. Mas como coordenar cada uma dessas áreas sem a integração das informações dos diferentes sistemas usados pela instituição?

Garantir essa integração é a solução para muitos dos desafios que um gestor hospitalar enfrenta. Quer saber como? Deseja descobrir as vantagens e a importância de manter todas as informações integradas em uma única base de dados?

Então, continue a leitura deste post. Ele vai trazer as respostas a todas essas perguntas.

A tecnologia e a gestão da informação

De modo geral, organizações de todos os setores têm percebido como a informação é um recurso fundamental para o sucesso. Ela é a base para definições de estratégias adequadas, pois informações apontam o melhor caminho para alcançar os resultados desejados pela instituição.

Através de informações específicas, um gestor tem a possibilidade de analisar as melhores alternativas e tomar decisões visando alcançar os objetivos, metas e desafios propostos para a empresa. 

Para atingir esses objetivos, o gestor pode contar com um aliado — a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC ou simplesmente TI). Através de um boa gestão de TI e suas soluções, é possível potencializar o desenvolvimento de processos mais eficientes para gestão de organizações.

Porém, ter acesso a uma opção que permita a integração da informação é tão importante quanto utilizar esses sistemas. É esse acesso coordenado que permite uma visão mais abrangente das necessidades da organização, a identificação de pontos prioritários de intervenção e o estabelecimento de processos mais seguros e ágeis.

A importância da integração da informação

Se as informações não forem unificadas, por mais que estejam disponíveis, o gestor receberá uma visão fragmentada do funcionamento da organização. Para identificar, relacionar e resolver problemas nesse cenário, é necessário gastar tempo e consequentemente dinheiro, para reunir e analisar manualmente esses dados fragmentados.

O resultado é um processo menos preciso e a perda de tempo em atividades que, se fossem executadas automaticamente por sistemas integrados mais eficientes, permitiria uma dedicação maior ao estudo de medidas estratégicas mais produtivas e mais focadas no negócio.

Por isso, pode-se afirmar que a possibilidade de integração das informações em um hospital garante várias vantagens para uma gestão geral e financeira eficiente, assim como um alto nível de atendimento aos pacientes.

Entenda as vantagens de basear a gestão em um sistema de informações integradas:

1. Permite o aproveitamento qualitativo de funcionários

Através da integração das informações, muito do trabalho burocrático realizado manualmente pelos funcionários é executado automaticamente pelas soluções de TI.

Dessa forma, é possível deslocar colaboradores para atividades mais produtivas, gerando uma otimização dos recursos humanos nos processos da instituição.

Além disso, um sistema realmente eficiente ajuda o gestor a identificar a necessidade de remanejamento de funcionários para setores com maior demanda, garantindo agilidade e qualidade no atendimento aos pacientes.

2. Garante maior eficácia

A utilização da tecnologia da informação de forma adequada torna o atendimento ao paciente muito mais eficaz.

Com os recursos materiais e humanos alocados de forma mais produtiva e voltada especificamente para o atendimento, é possível reduzir o tempo de espera, facilitar procedimentos, unificar informações dos setores, garantir qualidade nos serviços prestados e, consequentemente, a satisfação do paciente.

3. Gera uma percepção positiva da instituição

Com a diminuição do tempo de espera, da disponibilização de informações ao médico e da agilização de agendamentos e de exames, o paciente passa a se sentir mais seguro e a ter uma percepção mais positiva da organização

Assim, é possível manter a reputação da instituição em um nível elevado, tornando-a referência de qualidade no atendimento e serviços prestados.

4. Facilita a tomada de decisões 

Uma gestão que utiliza informações de soluções de gerenciamento tem a possibilidade de controlar melhor as situações decisivas, tanto nas que se referem aos cuidados e sobrevivência do paciente quanto a sua própria saúde financeira.

Esta análise permite que as decisões sejam tomadas de forma muito mais rápida, eficaz e objetiva, agilizando os processos e garantindo um melhor cenário para a definição de estratégias e ações.

5. Disponibiliza informações sobre pacientes

Prontuários, resultados de exames, histórico de consultas e internações. Todos esses dados são importantes quando o médico analisa as condições de saúde do paciente.

A integração da informação em hospitais garante a disponibilidade desses dados em um único banco de dados, provendo o cruzamento de informações através de estatísticas e um fundamento sólido para decisões nos momentos necessários, e torna o hospital uma referência no uso da tecnologia em prol do bem-estar dos pacientes.

Além disso, um sistema informatizado torna possível lançar mão de outras soluções que podem ser agregadas, como as obtidas através da telemedicina. Assim, a visão que o médico ou outro profissional de saúde tem do paciente se torna muito mais abrangente.

6. Reduz desperdícios

Entre os aspectos que necessitam de uma consideração mais atenta na gestão de um hospital está o gerenciamento do estoque de materiais e medicamentos.

Esse controle é fundamental para evitar não apenas desperdícios, mas também desvios intencionais de medicamentos, incluindo substâncias controladas, cuja utilização é regulamentada por normas rígidas.

Dados apontam que este tipo de problema é reduzido de forma significativa quando um hospital tem o controle de estoque informatizado. A redução média de custos costuma atingir taxas de 15% a 20%. Em alguns casos, a informatização do controle de estoque pode reduzir os custos em até 30%.

Portanto, o gerenciamento dos recursos através de um sistema que integra as informações pode identificar processos que levam a desperdícios, ajudar a corrigi-los e garantir a utilização otimizada do estoque.

Com a racionalização dos custos, o hospital pode investir em equipamentos que realmente tragam diferenciais na oferta serviços de ponta e transformem-no em um centro de inovação de altíssima qualidade.

Entendeu como a integração da informação nos hospitais é importante para garantir que o conjunto de recursos materiais e humanos seja focado no objetivo maior, ou seja, no atendimento das necessidades do paciente?

Seu hospital já integra suas informações ou ainda depende de informações fragmentadas? Que entraves um gestor encontra para implantar esse tipo de melhoria? Compartilhe suas dúvidas e experiências conosco através dos comentários.